sábado, 23 de outubro de 2010

O MEU SENTIMENTO - Autoria Desconhecida -


Nunca senti a suavidade de
tua pele porém encontrei a
paz em tuas palavras.

Nunca vi as tuas mãos
trabalharem porém com
elas colocaste o meu coração
a bater mais forte.

Nunca vi teus movimentos
porém o suave dinamismo
que te move fez com que se
mova o meu caminho por ti.

Nunca estive ao teu lado
porém fizeste inseparável
em meu coração.

Nunca te vi em tua loucura
porém foi ela que me fez
conhecer tua parte de lucidez.

Nunca vi o quão longe vai o
teu olhar porém encontrei
em ti uma visão de esperança.

Mesmo sem nunca termos nos
reunido, ainda assim posso dizer
que nos encontramos dentro de
nós mesmos e que somos um em
nossos sentimentos.

Mesmo ainda não tendo te visto
assim posso te dizer que te
reconheceria.

Mesmo que nunca tenhamos
caminhado juntos, ainda assim
posso dizer que me fizeste
companhia.

Se a surdez e a cegueira me
acometessem, ainda assim
escutaria dentro de mim e
veria a luz que se encontra
dentro de ti.

Assim, tento provar que a
minha amizade pode passar
por inconcebíveis caminhos e
que, apesar da distância não
estamos separados.

Na imaterialidade deste
tesouro que é a amizade
posso afirmar a minha riqueza.

Não importa o que encontrei
no meu caminho mas tão
somente o que encontramos
juntos.

Essa é a força e o poder da
amizade, o sentimento mais
puro, que rompe todas as
barreiras para que estejamos
próximos apesar da distância.

Quando temos amigos podemos
expandir asas ao vento e desnudar
a alma sem correr riscos.


Minha homenagem aos amigos virtuais.
Postar um comentário