sábado, 9 de fevereiro de 2008

BOM DIA AMOR!


Você marcou tanto a minha vida, que jamais pensei que um dia, sobreviveria sem ter mais você. Foi idealizador e extasiante para mim. Você deixou algo dentro de mim, que jamais conseguirei passar um dia por você sem me lembrar que ali foi a minha primeira escola...

Foi quando eu aprendi o que era o amor. Mas como não fazia as tarefas de casa, cresço aprendendo que o amor só trazia mágoas e sofrimentos.
Fiquei de recuperação. Minha ultima escolha foi perceber que na vida errar é humano, e então, decidi te esquecer.

Consegui aos custos passar de ano. Mal começou o ano e u já me torno indisciplinada, no que pode-se chamar também de "ter uma recaída". Fui mandada para a diretoria, onde o iniciante diretor, Sr. Tempo, me disse que ele iria estar sempre ao meu lado para me ajudar. Fiquei com um pouco de receio, mas aceitei a ajuda. As matérias se tornaram cada vez mais complicadas para mim...

Na Física era difícil relacionar que a razão de distância por tempo podia dar algo além de sofrimento...

Na Química, para se ter qualquer SOLUÇÃO, é necessário de soluto e solvente. Você é o que eu preciso para misturar só o luto de todo amor e carinho que tenho por ti no solvente do teu coração.

Geografia é a que mais entendo. Sei exatamente o quanto cada trópico e meridiano representa para alguém que deixou o seu coração com outro alguém num outro lugar, tão perto, porém tão longe geograficamente.

Na História, há uma pequena contradição na minha cabeça: dizem que a escravidão terminou há mais de um século, em 13 de maio de 1888. Mas isso não é possível! Pois então, ou eu já te amo desde outra vida, ou então, não houve nenhuma abolição, pois sou totalmente escrava do teu amor!

Em Biologia, aprendi a estudar a vida de muitos seres vivos, mas só me dediquei a um mais especial do que todos: você! Aprendi também nessa ciência, que você é o ar que eu respiro, pois além de eu não conseguir viver sem você, em fração de milésimos, você percorre todo o meu ser, dando-me sentido à vida novamente. Mas como já disse, sou uma aluna indisciplinada e faltei bem na aula de corpo humano. E até hoje sofro por isso, pois tento tirar da cabeça o que está no coração.

Em Português, aprendi Literatura e Ortografia.
Em Literatura, aprendi por uma poesia, que o amor é fogo que arde sem se ver, é ferida que dói e não se sente, é um contentamento descontente... Então por que amor para mim se resume em apenas 4 letras VOCÊ?

Já em Ortografia, a profª. Razão ensinou a usar certo os sinais de pontuação, mas novamente, faltei à aula. Mas dessa vez, corri atrás do prejuízo e pedi para uma aluna da minha sala, a Esperança, me ensinar à matéria, só que a Esperança me ensinou do jeito dela...
A profª. Razão ensinou assim: "Amor não tem jeito. Viver longe de ti será a solução da minha vida!" E a Esperança: "Amor, não tem jeito... Viver longe de ti será a solução da minha vida?"

E quem era eu para discutir com a Esperança? Essa era a melhor aluna da sala. Nela confiei e assim, espero que muitas pessoas a ouçam e confiem nela também, pois onde há Esperança, a Razão não tem vez.

Em Matemática é que eu mais me atrapalho! Que matéria complicada! Por mais que eu busque a resposta para os meus problemas, nunca encontro...
Na adição, para mim, 1+1=1... Tentei achar alguma equação que me respondesse quando você seria meu, mas encontrei apenas uns X e também um conjunto vazio. Mas achei uma conta que expressa 1% existem do amor que tenho por ti. Você achando 1%, é só fazer regra de 3 e achar os 100%. É assim: imagine a Galáxia inteira e pense em quantas estrelas. Chame-as de X. Ai você imagina também que o Planeta Terra é formado por 97% de água. Ai você chama cada gota de toda a água do mundo de Y. Depois imagine o Deserto do Saara e chame de Z cada grãozinho de areia. Ai é fácil! É só multiplicar! MEU AMOR POR VOCÊ = X.Y.Z. Lembre-se que depois tem ainda a regra de 3!

Para finalizar aprendi e, dessa vez sozinha, uma conta que resolveria a minha vida. É assim e é para você:

"Diminua as tristezas da sua vida,
Multiplique as alegrias,
Some sempre mais e mais amigos e,
Divida o seu amor comigo!".

Hoje faço faculdade junto com a Esperança, que é a minha melhor amiga. Ela se casou com o diretor, o Sr. Tempo, e tiveram uma linda filha. A Esperança me
chamou para ser madrinha da criança. Fui madrinha dela e ela foi batizada de Saudade.

O Tempo passou até chegar ao seu fim, assim como a Saudade. Porém a Esperança jamais me abandonou. E assim sigo a vida.
A Saudade passou junto com o Tempo, mas a Esperança ainda mora comigo. E todos os ensinamentos que aprendi, carrego até hoje comigo e jamais os esquecerei, principalmente os da Matemática...

Achou que esqueceria do Inglês? You will be my life forever! Te amo eternamente.

© Silvia a Poeta

(Presente de Anna Luiza)

Postar um comentário