sexta-feira, 12 de outubro de 2012

CARTA AO AMADO

Gosto dos momentos em que você está comigo,
gosto de dividir meus dias e meu espaço com você,
gosto quando você se arvora de meu protetor e me toma conta,
gosto das coisas que me diz, gosto quando me toca...
amo a sua naturalidade, a sua simplicidade
e quando divide sonhos e segredos comigo...

Não importa se há muita gente em volta,
- ficamos sozinhos, sempre...
Não importa se são poucos minutos
ou dias inteiros,
- para nós basta um momento...
Não importa se a intimidade fica longe,
por motivos alheios ao nosso desejo
- ela se faz pelo nosso olhar...

... E quando você se vai, fica em mim uma sensação gostosa,
que solidão parece nunca existir...
Não me lembro ter sentido em toda a minha vida de mulher
uma sensação que se assemelhe ao que sinto agora:
de acanhamento, de completude, de uma felicidade culposa
por estar sendo feliz...

(Quero passar o resto da minha vida com você).
Se os dias que a gente viver lado a lado
forem parecidos com isso que acontece
todas as vezes em que estamos juntos,
a felicidade existe
e eu quero manter o gosto dela
na minha vida...

(Isso é amor?
Então, eu amo você)....

Maria Tereza

Postar um comentário